A PERCEPÇÃO AMBIENTAL E MAPAS INTERATIVOS NO ENSINO BÁSICO


Autor:

ELLEN JOANA NUNES SANTOS

 

Orientador:

HELENA MIDORI KASHIWAGI

 

Palavras Chaves:

Percepção Ambiental

Educação Ambiental

Manancial

Mapa Interativo

 

Linha de Pesquisa:

Ambiente e Sociedade

 

Projeto Estruturante:

Não Informado

 

Instituição:

PROFCIAMB UFPR

 

Ano: 2018

Resumo:

 

Este estudo tem como objetivo analisar a percepção ambiental como recurso pedagógico para a construção de mapas interativo, para uso no ensino da educação ambiental, aplicados na educação básica  do município de Paranaguá – Paraná. O objeto dessa investigação são os mananciais que abastecem a cidade e os atores analisados foram os professores do ensino fundamental, médio e profissionalizante. O  aporte teórico se fundamentou na Geografia Humanística, na abordagem fenomenológica, e suas interfaces conceituais com a Cartografia digital e multimídia interativas para se compreender a percepção ambiental  dos indivíduos sobre o ambiente. Os professores participantes dessa pesquisa foram agrupados em 5 áreas de conhecimento: Linguagens e suas tecnologias; Matemática e suas tecnologias; Ciências da Natureza e  suas tecnologias; Ciências Humanas e Sociais Aplicadas; e, Formação técnica. Aplicou-se um questionário com perguntas semiestruturadas para coletar os dados da pesquisa, os quais foram analisados por meio do  método de análise de conteúdo. Os resultados demonstraram que os professores têm a percepção ambiental sobre os mananciais que abastecem o município de forma muito limitada e extremista, ou seja,  uma visão naturalista ou antropocêntrica. Alguns professores referem-se aos mananciais somente como serviços de abastecimento e outros como um elemento ambiental isolado da presença humana,  demonstrando uma visão desarticulada do meio ambiente que se reflete no processo pedagógico. Nesse contexto, percebe-se que as representações dos indivíduos sobre o meio ambiente estão vinculadas ao que  cada um traz consigo em seu mundo vivido. Na tentativa de mudar esse cenário, recorreu-se as tecnologias de informação e comunicação (TICs) por meio do Recurso Educacional Aberto (REA) para se construir os  mapas interativos. Acredita-se que uma multimídia interativa pode se tornar um recurso pedagógico facilitador para desenvolver os conteúdos em sala de aula. Nesse contexto, buscou-se a partir da percepção ambiental dos professores, elementos que pudessem ser trabalhados de forma transversal e contribuíssem na construção de mapas interativos para o ensino da Educação Ambiental. Em resumo, acredita-se que a  percepção ambiental pode ser um recurso tecnológico possível para a sensibilização e transformação da consciência ambiental de professores e estudantes.

Visualizar/Abrir Visualizar/Abrir – Dissertação
Visualizar/Abrir Download – Produto Educacional